fbpx

Post:

Ser produtivo vivendo a espiritualidade

ARTIGO –SER PRODUTIVO VIVENDO A ESPIRITUALIDADE

Por Gregório Ventura e Eliane Ventura

A palavra “produtividade” tem sido muito falada e buscada pelas pessoas, principalmente na vida profissional. Em função disto muitos são aqueles que se dedicam de forma desequilibrada no trabalho, focando unicamente esta dimensão da vida e deixando de lado outros aspectos como a família e sua relação com Deus, sua espiritualidade.

Colocam o trabalho em primeiro lugar, e, também em segundo, terceiro, e assim por diante, pensando que produzir é trabalhar muito e muitas horas; porém necessariamente nem sempre trabalhar muito é sinal de resultados.

 O ativismo tem sido uma tônica dos nossos tempos. Este ativismo desenfreado tem atingido também a vida da igreja, onde as atividades diversas podem estar tomando o tempo e o espaço do recolhimento interior e de uma espiritualidade que dê sentido a tudo que fazemos.

Na vida de uma forma geral a espiritualidade é a vivência de uma fé madura que nasce da relação e do encontro verdadeiro com Deus, através de uma experiência de oração, meditação e recolhimento interior.

Na vivência da espiritualidade temos o grande ganho de encontrar a Deus no dia-a-dia, nos tornando mais capazes de discernir, tomar decisões e ter sabedoria para conduzir os desafios que a vida nos apresenta. A qualidade do relacionamento com Deus é alimentada pelo tempo que dedicamos para melhorar esta relação.

A pessoa que busca alimentar sua relação saudável com Deus encontra mais paz interior na agitação da vida, mais força diante das dificuldades e desafios, aprende a reagir mais positivamente e tem energia interna, possibilitando ser uma pessoa mais produtiva e equilibrada.

Como diz o especialista em produtividade Christian Barbosa “Pare de correr e comece a andar, para aproveitar seu tempo de verdade.”

Para desenvolver sua espiritualidade reflita quanto tempo tem dedicado a esta dimensão tão essencial de sua vida. Quando algo é importante na vida dedicamos tempo, do contrário, sempre ficamos a protelar.

Como tem vivido sua relação com Deus? Quanto tempo do seu dia, da sua semana e do seu mês, dedica a vivenciar sua fé e alimentar dentro de si a força do divino? Escolha tempo no seu dia para meditar e fazer sua oração, a desenvolver a capacidade de se recolher interiormente e encontrar na sua relação com Deus a força espiritual que o levará a ter uma vida com mais leveza e discernimento.

Jesus, como nosso Mestre, nos ensinou o valor do nosso relacionamento com Deus. Em muitos momentos de seu dinamismo e ativismo, onde o povo o procurava, ia para a montanha para escutar a Deus, se recolher e encontrar direção e força para sua missão.

Tenha tempo para conhecer a Deus, um verdadeiro tesouro capaz de fortificar e direcionar uma vida mais equilibrada.

A experiência do encontro com Deus será a força e o equilíbrio para viver o dinamismo da féamadurecida junto a sua comunidade, na sua missão pastoral e na sua vida pessoal e profissional, aprendendo a ser mais produtivo levando resultados com equilíbrio de vida.

Finalizo trazendo a fala de Santa Tereza de Ávila, doutora da igreja, que retoma o texto bíblico de Maria, a contemplativa, e Marta, a trabalhadora. Para Tereza,Maria e Marta devem andar juntas.

É a experiência da espiritualidade que escuta e está aos pés de Deus e a dimensão daquela que tem ação e dinamismo para tornar tudo a sua volta melhor.

Em um mundo ativista é bom estar aos pés do Senhor para escutá-lo e desenvolver uma experiência de encontro espiritual que dará todo sentido à nossa ação, e assim nosso ativismo terá sentido e não se esvaziará num fazer desenfreado e desequilibrado.

E então, que tal se colocar diariamente, dedicando parte do seu tempo, a esta experiência vivificante do encontro com Deus?

Compartilhe esse post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp